COEs: os dados que BANCOS e CORRETORAS deixam embaixo do tapete.

Quer investir e não sabe por onde começar? Clique aqui: https://goo.gl/tcCUx6

Seu lance é criptomoedas? Saiba mais sobre essa moeda que pode superar o bitcoin: https://goo.gl/VDaGnA

Já pensou em acordar todos os dias R$ 228 mais rico? Veja como: https://goo.gl/SGE8Rf

_____________

Com um número crescente de ofertas por parte de bancos e corretoras nos últimos dois anos, os COEs têm mantido um poder de sedução em grande parte por conta do apelo do capital protegido.

No pior dos cenários, a maioria dos COEs devolve ao investidor o dinheiro aplicado originalmente.

Oficialmente enquadrado na renda fixa, o produto tá mais para um híbrido, com um pé na categoria mais conservadora e outro na renda variável.

A partir do COE, o investidor se expõe a uma estratégia de risco, mas com a segurança de ter uma grande parcela dos recursos aplicados no CDI. A ideia é proteger o seu patrimônio, caso o cenário esperado não se concretize.

Você pode apostar que as ações da Petrobras vão subir em seis meses, que o preço do ouro vai cair 30% nos próximos 12 meses, que o dólar vai se apreciar em relação ao real em dois anos, ou que a bolsa americana vai subir mais de 50%, e por aí vai.

Qualquer estratégia pode ser montada.

A ideia por trás dos COEs é interessante e, dependendo da proposta em questão, pode sim ser atrativa. Mas o desempenho do produto no último ano acendeu uma luz amarela, ao deixar e muito a desejar.

Dados da B3, que é a empresa resultante da união entre a BMeFBovespa e a Cetip, mostram que metade dos COEs teve retorno abaixo do CDI em 2017. E 4,6% foram pior, tiveram rentabilidade nula, devolvendo o capital protegido pro investidor, ou negativa.

É por isso que é fundamental você entender onde está colocando seu dinheiro ao investir num COE.

No que consiste e o quão sólida é a estratégia? Quanto você vai ganhar se o cenário positivo se confirmar? E se o pior ocorrer, você vai receber o valor aplicado de volta?

E uma pergunta final: qual é a transparência do produto?

Será que o seu COE foi bem no ano passado? Vá atrás dessa informação no seu banco ou sua corretora. O risco ao qual o seu dinheiro está exposto pode ser maior do que você imagina.

_____________

Gostou do vídeo? Curta e compartilhe

* Assine o Canal da Empiricus e acompanhe o nosso conteúdo independente.

http://www.empiricus.com.br?xpromo=XE-MEL-YT-IE-X-X-OP-X-X

Instagram: http://instagram.com/empiricus
Facebook: http://www.facebook.com/empiricus
Twitter: http://twitter.com/empiricus
LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/empiricus_

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Most Popular

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Flex Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top