Bitcoin decolando e criptomoedas que amamos (e que odiamos) | Seleção Empiricus #7

O Seleção Empiricus dessa semana conta com time de craques para falas sobre CRIPTOMOEDAS: André Franco, Vinicius Bazan, Richard Camargo e convidado Fabrício Tota, do Mercado Bitcoin.

1:06 Para começar o bate-papo, Ricardo Mioto, mediador da conversa, pergunta se ainda estamos vivendo um Bull Market ou se já existem sinais de risco por aí.

Fabrício diz que os últimos dias tem sido promissores e olhando para fora do país ainda existe um upside muito grande.

André comenta que nunca foi fã de dar ultimatos sobre preços, pois na sua visão, estimar a longo prazo é uma tarefa difícil. Em sua opinião ainda estamos no Bull Market e com muito chão para se percorrer, principalmente no Brasil.

5:36 Seguindo a conversa, Mioto pergunta aos convidados qual é a moeda preferida, sem ser Bitcoin.

André começa respondendo que é importante ter balanço entre as criptomoedas. A mais importante é o Bitcoin, seguida por Ether e Ink, um projeto interessante que conecta o mundo real com o blockchain.

Richard cita a BNB, assim como Bazan, com o motivo de conseguir enxergar o “economics” da situação.

Já Fabrício coloca Ether em primeiro lugar, pois em sua opinião, pode ser a base para diversos novos desenvolvimentos.

9:09 Nesse momento a discussão abrange o quão difícil é fazer a análise do valor intrínseco de uma criptomoeda e André coloca que é importante acreditar no que será entregue e tirar o foco de uma análise quantitativa. É necessário observar a narrativa da moeda.

16:42 Um assunto bem comentado no mundo das criptomoedas é a proteção com relação à volatilidade e risco de fraude. O quanto é preciso ficar preocupado com essa situação e ter Stablecoins?

Stablecoins são moedas que valem a mesma coisa que um dólar. O problema é que não é o Banco Central que emite esse dinheiro, portanto, é preciso confiar que a instituição realmente o possua.

A vantagem dessa categoria de moeda é que o negócio tem menor volatilidade e na legislação brasileira, é possível trocar essa moeda por dólar sintético, sem pagar impostos, sendo a forma mais fácil de desalocar o seu dinheiro do bitcoin.

Porém, o risco é que existe a dúvida se esse dinheiro realmente existe, o que aconteceu com umas das stablecoins mais conhecidas, o Tether.

25:55 Dando sequência ao bate-papo, Mioto pergunta aos convidados quais são as moedas menos preferidas.

E a decisão é unânime: Tether, Bitcoin Cash, Bitcoin SV, Ripple e Litecoin.

30:50 A próxima pergunta é uma curiosidade: o quanto ter uma Exchange é um bom negócio?

Fabrício diz que é um grande negócio devido ao universo de possibilidades, mas ao mesmo tempo existe uma grande quantidade de problemas a ser enfrentados.

34:10 Falando um pouco sobre regulamentação, a pergunta da vez é o quanto o eventual aumento de regularização ajuda ou atrapalha o mercado de criptomoedas.

Tota coloca que essa é uma questão próxima e que precisa de atenção. É importante que não mate a inovação, mas é vista com bons olhos para trazer um pouco mais de tranquilidade para os investidores.

39:00 Seguindo para o final do bate-papo, é a hora de falar sobre o potencial das Finanças Descentralizadas.

Finanças descentralizadas se trata de uma tentativa de oferecer serviços financeiros descentralizados, dentro de uma estrutura de blockchain. Por enquanto, as principais ideias e vertentes giram em torno de empréstimos. Existe um grande potencial em cima disso, especialmente em um projeto mencionado por André chamado de “Pull Together”.

47:30 Como última pergunta do Seleção Empiricus de hoje, Ricardo Mioto pergunta o quanto as criptomoedas servem de proteção.

Richard diz que o ano de 2020 mostrou que essa moeda não serve de “safe heaven”, uma vez que tanto Bolsa quando o mercado de criptomoedas caíram.

Bazan pontua que gosta da analogia que compara Bitcoin com ouro, mas não substituiria um pelo outro.

Por fim, Fabrício e André, que pensam da mesma forma, mencionam que pensando em Brasil, onde investir em outros países ainda não é tão fácil, o mercado de criptomoedas se torna ainda mais atrativo, mas que é preciso tranquilidade para lidar com as quedas bruscas que esse mercado proporciona.

Para mandar suas dúvidas para o próximo Seleção Empiricus, envie um e-mail para: selecao@empiricus.com.br

📱 Baixe já o app da Empiricus: http://emprc.us/FHoxk9

SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS:

Instagram: http://instagram.com/empiricus
Facebook: http://www.facebook.com/empiricus
Twitter: http://twitter.com/empiricus
Telegram: https://t.me/empiricustelegram

Não esqueça de 👉 se inscrever no nosso canal e ativar o 🔔 sininho de notificações para não perder nenhuma novidade.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Most Popular

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Flex Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top